Crescimento do Biel

Lilypie - Personal pictureLilypie Angel and Memorial tickers

Ser mãe...

Ser mãe é descobrir a cada dia que a vida recomeça, é reconhecer o mundo através do amor profundo, é sonhar, sorrir e chorar. Ser mãe é abraçar, dar carinho é ninar e ter sabedoria dos deuses, paciência do tempo, não ter contratempo é ser anjo, é viver cercada de amor é o inicio o meio e jamais o fim, é ver fotos de crianças famintas e se perguntar se pode haver dor maior do que ver um filho morrer de fome.
Ser mãe é descobrir que sua vida tem menos valor depois da chegada do  bebê, é o desejo de sacrificar a vida para poupar a do filho, mas ao mesmo tempo deseja viver mais, não para realizar seus sonhos mas sim para ver seu filho realizar o seu. 
Antes de ser mãe, eu fazia e comia os alimentos ainda quentes não tinha roupas manchadas, tinha calmas conversas ao telefone, dormia o quanto eu queria, nunca me preocupava com a hora de ir para a cama, não tropeçava em brinquedos e  nem pensava em canções de ninar, imunizações e vacinas então,  eram coisas em que eu não pensava. Ninguém nunca me  beliscou sem nenhum cuidado,  com dedinhos de unhas finas, antes eu tinha controle sobre a minha mente, meus pensamentos, meu corpo e meus sentimentos. Antes de ser mãe, eu nunca tive que segurar uma criança chorando,  para que médicos pudessem fazer testes ou aplicar injeções, nunca chorei olhando pequeninos  olhos que choravam, não ficava gloriosamente feliz  com uma simples risadinha, nem fiquei sentada horas e horas olhando um bebê dormindo.
Antes de ser mãe, eu nunca segurei uma criança,  só por não querer afastar meu corpo do dela. Nunca senti meu coração se despedaçar,  quando não pude acabar com  uma dor. Não imaginava que uma coisinha tão pequenina,  pudesse mudar tanto a minha vida e  que pudesse amar alguém tanto assim.  E não sabia que eu adoraria ser mãe, não conhecia a sensação,  de ter meu coração fora do meu próprio corpo.  Não conhecia a felicidade de  alimentar um bebê faminto.  Não conhecia esse laço que existe  entre a mãe e filho,  não imaginava que algo tão pequenino,   pudesse fazer-me sentir tão importante.   Antes de ser mãe, não me levantava a cada 10 minutos, para me  certificar de que tudo estava bem.  Nunca pude imaginar o calor, a alegria, o amor, a dor e a satisfação de ser uma mãe.  Eu não sabia que era capaz de ter  sentimentos tão fortes. 

Obrigada Deus, por me mostrar o que é felicidade de verdade
Obrigada, por permitir-me ser Mãe!  
 Agradeço também minha amiga Tânia por me ajudar a construir esse texto 
                                                                                                      Gabriel mamãe te ama...♥





2

2 comentários:

Cláudio Nunes Horácio disse...

Lindo de viver, Deus está construindo uma bela mulher em você. Fica com Ele.

Telma Moreira de Carvalho disse...

Que lindas palavras Thais e lindo bebê, o Gabriel. Que o Eterno Deus continue te dando este amor por seu filho, e que ensine a ele o caminho que ele deve seguir com sabedoria e que ele seja sempre uma bênçao em sua vida. com carinho, Telma.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...